Luciana Cruz

Quem era a Lulu?

Luciana Cruz dos Santos era a quilombola “caçulinha do Cambury”. Lulu iria completar 15 anos. Uma menina forte, tímida, sorridente e muito trabalhadora. Ajudava os pais e irmãos, era inteligente e se apropriou rapidamente dos saberes artísticos desenvolvidos pelas Oficinas de Memória e Xilogravura. Sempre chegava mais cedo na Escolinha Jambeiro, varria o espaço, esforçava-se para aprender com dedicação e carinho. O resultado evidentemente foi a transformação, de si mesma e do mundo à sua volta: ela transformou os signos e significados de sua vida em ARTE. Foi com grande prazer que comemoramos a entrega do primeiro certificado a ela, a quem foi confiada a tarefa de ensinar o que aprendera aos jovens quilombolas e caiçaras que não puderam participar.

Luciana era uma criança bastante apegada às atividades lúdicas e pedagógicas da Escolinha Jambeiro, desde pequena sempre participou de todas as ações da Escolinha Jambeiro.

Estamos todos muito tristes. Guardaremos a doce lembrança de seus sorrisos, e a ternura de seu carinho. Sempre será a “caçulinha do Cambury”, como disse Andreia Arantes, sua professora.

Destaque das Oficinas de Desenho e Xilogravura: Luciana Cruz foi a primeira a receber o certificado, pela aplicação e dedicação:

Participante ativa e principal destaque das ações culturais desenvolvidas em 2012.

—————

Luciana Cruz dos Santos…

… adolescente quilombola, principal destaque na apropriação de saberes

… participante ativa das oficinas de desenho e de xilogravura, edição 1 e 2

… agente multiplicadora da arte da xilogravura no Cambury

Vejam a Galeria de Arte da Lulu

Este slideshow necessita de JavaScript.

Lamentamos profundamente o que aconteceu. Luciana Cruz dos Santos foi o grande destaque nas Oficinas de Xilogravura. Aprendeu com amor e dedicação. Seria a nossa multiplicadora da arte xilográfica. Estamos magoados e INDIGNADOS. Queremos manifestar nossos pêsames. Como é que nosso sistema de saúde AINDA deixa uma jovem quilombola morrer de meningite?

Os serviços de saúde em Ubatuba SÃO PRECÁRIOS, INSUFICIENTES, MAL ADMINISTRADOS E COM FUNCIONÁRIOS MAL PAGOS!!!

Exigimos providências e soluções para tantas questões ainda sem resposta. Chega de DESCASO e DESPREZO.

Por que as crianças quilombolas não tem uma atenção adequada por parte do poder público?

DO LUTO IREMOS À LUTA!

Fica a mensagem:

Jamais apagarão da memória as páginas construídas pelos protagonistas do Cambury, sejam eles idosos, mulheres, jovens ou crianças.

8 pensamentos sobre “Luciana Cruz

  1. Pingback: Luciana Cruz, jovem artista do Cambury – in memoriam | BIBLIOTECA QUILOMBO CAMBURY

  2. É com pesar que tomei conhecimento da morte da Luciana. Por favor gostaria de saber se a meningite da Luciana foi viral ou bacteriana. Ao menos isto foi informado pelos agantes de saúde? Dependendo da forma adquirida da meningite , muitos da comunidade estão em risco.

    Curtir

  3. Pingback: Educar é preciso, mas a ciência está cega e o Estado, omisso! « Diálogos em Cambury

  4. Pingback: Partilhanto arte, cultura e informação « Diálogos em Cambury

  5. Pingback: Luciana Cruz: protagonista do Cambury « Clínica do Texto & Informação

Qual o significado dessa ação para a sua vida?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s