Mídias

1. TV Povos do Mar – Quilombos Urbanos, Casa do Boneco de Itacaré – Itacaré, Bahia – PARTE 1

2. TV Povos do Mar – Quilombos Urbanos, Porto de Trás – Itacaré, Bahia- PARTE 2

3. TV Povos do Mar – Quilombos Urbanos, Caçandoca – Ubatuba, São Paulo – PARTE 3

4. O que é Quilombo

A primeira definição de quilombo data de 1740, reportada pelo Conselho Ultramarino ao rei de Portugal, e é a que se mantém mais forte até os dias atuais no senso-comum: toda habitação de negros fugidos, que passem de cinco, em parte despovoada. O quilombo era visto, então, como algo do passado, em área isolada e formado exclusivamente por escravos tentando fugir do sistema de escravidão. Porém, à época da abolição, os negros habitaram territórios rurais desocupados, mantiveram-se nas terras de seus antigos donos e, ainda, compraram ou receberam terras como pagamento por serviços prestados ao Estado. E estes diferentes grupos, junto aos fugitivos, deram origem às comunidades quilombolas.

5. Tráfico de escravos é desencavado na região portuária do Rio de Janeiro

Pesquisadores contam sobre o material decorrente do tráfico de escravos encontrado nas escavações realizadas na zona portuária do Rio de Janeiro:

Saiba mais detalhes na reportagem: http://revistapesquisa.fapesp.br/?art=4569&bd=1&pg=1&lg=

6. A escravidão brasileira retratada em fotos inéditas de um período vergonhoso, violento e esquecido de nossa história:

7. 1/4 – Brasil: Uma História Inconveniente / Brazil – An Inconvenient History (Legendado)

Enquanto todo o mundo conhece a história da escravidão nos EUA, poucas pessoas percebem que o Brasil foi, na verdade, o maior participante do comércio de escravos. Quarenta por cento de todos os escravos que sobreviviam à travessia do Atlântico eram destinados ao Brasil, quando apenas 4% iam para os EUA.
Chegou uma época em que a metade da população brasileira era de escravos. O Brasil foi o último país a abolir a escravidão, em 1888.
O documentário tem depoimentos dos historiadores João José Reis, Cya Teixeira, Marilene Rosa da Silva; do antropologista Peter Fry e outras pessoas que contam os efeitos de séculos de escravidão no Brasil de hoje. Este é um importante documentário sobre a história dos negros, história africana e estudos latinoamericanos.

continua> 2/4 – Brasil: Uma História Inconveniente / Brazil – An Inconvenient History (Legendado)

continua> 3/4 – Brasil: Uma História Inconveniente / Brazil – An Inconvenient History (Legendado)

continua> 4/4 – Brasil: Uma História Inconveniente / Brazil – An Inconvenient History (Legendado)

8. CASA DA FARINHA

Exibido na TV Cultura em 18/04/2009, no programa Campus Documentário produzido como disciplina do curso de Rádio e TV da Univap Narra a luta de uma comunidade remanescente de quilombolas em busca de seu reconhecimento e do resgate de suas raízes, memórias e práticas socioculturais.

Direção e Roteiro: Paulo Aragão

Assistente de direção e Roteiro: Luciana Bertolini

Edição: Rodrigo Augusto

Narração: Thales Alves

Duração: 24 minutos.

 

9. FUTEBOL INTERCULTURAL NA PRAIA DO CAMBURY

Futebol intercultural na praia do Cambury | Ficha técnica: BRASIL, 2012, colorido., 12m59s.
Resumo: este vídeo contém o registro audiovisual de uma Partida de futebol especial, realizada em 22 de abril de 2012 no campinho oficial de Cambury, à beira da praia. O torneio entre equipes reuniu vários times do litoral norte, formados por caiçaras, quilombolas e indígenas. Além de momento importante na sociabilidade e trocas de informações entre os diversos grupos sociais, o evento foi organizado por Sr. Badeco, homem simples do Cambury, tocador de sanfona, que também treina o time feminino local.
Ao final das partidas, os participantes se reuniram no Bar do Isaías e Donato, de frente para o campo, para molhar o bico e conversar com os amigos.
Tags: Futebol, Educação, Cultura, Arte, Quilombo, Índios, Brasil, Cambury
Link para a VIDEOTECA DO CAMBURY NO Vimeo: https://vimeo.com/72148259

2 pensamentos sobre “Mídias

  1. Pingback: Estação Memória Cambury

  2. Pingback: Mídias: infoteca do Cambury | Biblioteca Cambury

Qual o significado dessa ação para a sua vida?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s