Ação Cultural: começou a Oficina de Fotografia Pinhole

Ontem, dia 8 de Julho, teve início a Oficina de Fotografia Pinhole, no Quilombo do Cambury, e vai durar até o final de semana.

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.412848572164760.1073741875.279706808812271&type=1

 

O que é o Projeto?

Desde 2004, o projeto Click na Lata e Cia atende crianças e jovens da periferia de São Paulo, ensinando-lhes a arte da Fotografia. No começo acontecia na Vila Maria Alta, Centro Social Leão XIII, sob o nome de Projeto Olho Mágico. Depois, consolidou-se em 2007, na SAMOSI – Sociedade Amigos dos Moradores de Vila Santa Inês, sendo contemplado/subsidiado com os prêmios Criando Asas – Instituto Asas/Red Bull e Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias (2007/2008), Programa VAI – Valorização às Iniciativas Culturais – Prefeitura de São Paulo (2008/2009), Prêmio Cultura Viva – Ponto de Cultura (2009-2012) e Prêmio Laureate – Universidade Anhembi-Morumbi/Laureate Foundation (2012).

 

Passados 9 anos de projeto, o Click na Lata e Cia… atendeu mais de 1000 pessoas, principalmente crianças e jovens, além de adultos, também curiosos. Realizou mais de 15 exposições e pelo menos 10 workshops, realizados em lugares variados como a Fundação Casa, Casas de Cultura, ONGs e Diversos eventos coletivos e colaborativos. A ideia do projeto, além de propiciar o primeiro contato com a arte da fotografia pinhole (câmera escura), é ampliar a visão de mundo das pessoas, fazendo-as perceber o seu mundo e seu entorno de maneira diferente. Incentivamos no aluno a descoberta e questionamos o seu olhar, por meio das oficinas.

 

A oficina é um encontro lúdico, onde os alunos confeccionam primeiro uma Caixa Ótica (caixa de luz), e em seguida reciclam uma lata, transformando-a numa câmera fotográfica de orifício (câmera escura). Num laboratório improvisado, os próprios alunos “carregam” e depois de um passeio fotográfico pela comunidade, revelam , lavam e estendem num varal coletivo, suas fotos. A oficina é realizada com “pinceladas” nas aulas que se aliam e alinham a qualquer componente curricular como Língua Portuguesa, História, Geografia, Matemática, Química, Física, entre outros. Ao final, é realizada uma exposição aberta aos pais, amigos e comunidade.

 

Click na Lata e Cia… é portanto o “carro-chefe” do Coletivo Mundo em Foco, formado em 2004, por jovens engajados com questões sociais que envolvem a comunidade. O grupo trabalha diretamente com diversas tecnologias e temas como: tv, vídeo, cinema, internet, fotografia, artes plásticas, meio ambiente, teatro, literatura, entre outros.

 

De onde surgiu a ideia de uma Oficina no Quilombo?

 

De um amigo, fotógrafo e apoiador do projeto, o fotógrafo Márcio Ramos, antigo morador de Ubatuba, que visitou a comunidade por muitas vezes ainda sem energia elétrica. Ele sempre teve o desejo de realizar uma oficina de fotografia, mas os novos trabalhos e desafios o impediram de retornar. O Márcio, quando nos conheceu em 2009, logo sugeriu de realizar uma oficina lá. A vontade sempre foi grande e acreditamos que dessa vez, conseguiremos. Impulsionados pelo Hub Fellowship – Jovens Empreendedores Sociais, nós do Mundo em Foco, resolvemos topar o desafio de levantar uma grana e realizar um sonho que vem atravessando os anos.

 

A oficina visa registrar a comunidade do Quilombo do Cambury, ajudando na documentação histórica do local, retratando seus costumes, suas crenças, memórias, saberes, artes, geografia e seu povo. Buscamos um intercâmbio cultural, onde a troca de saberes se fará presente e necessária. É nesse intuito de escuta, olhar o próximo, sentir suas necessidades e expor seus sentimentos por meio da arte que queremos estar presentes na localidade.

A oficina começou ontem, dia 8 e vai durar a semana toda!!!

LINKS PARA ENTENDER MELHOR:

 

Começou a Oficina de Fotografia Pinhole na sede da Associação quilombola do Cambury. No detalhe, Catarina e os jovens da comunidade. Julho 2013.

 

 

 

Anúncios

Produtos das Oficinas de Memória: Xilogravuras, Desenhos e Matrizes

APROPRIAÇÃO CULTURAL: ARTE, MEMÓRIA & INFORMAÇÃO

Os produtos culturais do Cambury são criações que expressam ideias, valores, atitudes e criatividade artística e que falam de memória e informação sobre o presente, o passado e o futuro, de origem popular (xilogravura como artesanato), os quais não tem a finalidade de abastecer o mercado de consumo, mas expressar os frutos da APROPRIAÇÃO SOCIAL DE SABERES, cujo valor simbólico e imaterial extrapolam os limites locais.

VISITE TAMBÉM A BIBLIOTECA DIGITAL DO CAMBURY: http://tecnicabiblioteconomia.wordpress.com/arte-xilogravura/

Os êxitos de 2012!

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2012 deste blog.

Aqui está um resumo:

600 pessoas chegaram ao topo do Monte Everest em 2012. Este blog tem cerca de 5.800 visualizações em 2012. Se cada pessoa que chegou ao topo do Monte Everest visitasse este blog, levaria 10 anos para ter este tanto de visitação.

Clique aqui para ver o relatório completo

1a. Jornada: “Oficinas de Memória, Informação e Escrita”

Programação

“Oficinas de Memória, Informação e Escrita”

11 a 15 de Julho 2012

Escolinha Jambeiro, Cambury, Ubatuba, SP

escolinhajambeiro@gmail.com

 

Atividades Pedagógicas

Dia

Horário

A) Apresentação da proposta pedagógica (objetivos, fins, etapas, desenho das oficinas etc.), com Valter Luz; *

B) Exposição de Memórias Digitais (telão, ppt, notebooks)

C) Memória e Experiência: Levantamento Fauna / Flora / Relatos orais idosos “madeira boa” – Busca temática

1ª. Oficina Desenho Básico: Fauna / Flora Cambury – 3hs

 

11 Julho

Qua

 

 

 

9-12hs

 

 

 

 

14-17hs

 

 2ª. Oficina Desenho Esboços + Xilogravura Parte I

 

Oficina Xilogravura Parte II – 3hs (técnicas e impressão)

 

12 Julho

Qui

 

9-12hs

 

14-17hs

 

 3ª. Oficina Poema narrativo I (Cordel) – Jogos narrativos; Diálogo memória local / memória universal (histórias, relatos)

 

 

13 Julho

Sex

 

 

9-12hs

 

 

14-17hs

 

 4ª. Oficina Xilogravura II – 3hs

 

– Produção textual escrita – transformar oralidade em escrita

– Poema narrativo II (Cordel/festas/ lugares/ )

 

 

14 Julho

Sáb

 

9-12hs

 

14-17hs

 

 Exposição e Leitura:

 

– Apresentação dos produtos das Oficinas

– Avaliação da semana, depoimentos e relatos pessoais.

Apresentação de sugestão de cronograma de atividades 2º Sem 2012: WordPress / capoeira/ instrumentos musicais.-

 

15 Julho

Dom

 

 

 

Aberta

julho

9 – 17hs

 

 

 Confraternização – viola caipira e batucada

 

SÁBADO

 

 

 

TODA AJUDA E COLABORAÇÃO SERÃO BEM-VINDAS.

MAIS INFORMAÇÕES: estacaomemoriacamburi@gmail.com

Edison Pesquisador – edisonlz@usp.br

Valter Luz, Educador  – vjsouza63@hotmail.com

Patrícia Cristina, Técnica Biblioteconomia – paticrisbela@yahoo.com.br

Agenda cultural – Fundart – matrículas abertas!

Oficinas Culturais Fundart/2012

43 cursos tiveram início neste mês

No último dia 1º de março tiveram inicio as Oficinas Culturais Fundart. Este ano, 43 cursos funcionam, distribuídos pelas regiões: norte, oeste e centro.

São eles: Artesanato (biscuit); Dança de Rua; Pintura em Tecido; Capoeira; Reciclagem; Acessórios e Bijuterias; Jogos e Brinquedos; Artesanato; Cestaria e Jornal; Cenas do Cotidiano; Preparação de Atores; Bordado; Teclado; Dança do Ventre; Piano; Dança de Salão; Tecelagem; Canto Lírico; Coral Adulto; Cerâmica; Iniciação às Artes; Fotografia; Teatro Dança; Teatro 3º Idade; Teatro Infantil; Preparação para Atores; Bordado; Pintura em Tela; Desenho; Cavaquinho; Violão; Artes Circenses; Percussão; Ballet Clássico.

Obs. Alguns dos cursos acima citados têm desdobramentos, como a capoeira, com 2 modalidades.

As matriculas estão abertas. Informe-se pelos telefones: (12) 38337000/38337001 ou pessoalmente na Fundart, Praça Nóbrega, 54 – Centro (antigo Fórum). Alguns cursos estão com vagas esgotadas.


Corpo de Baile de Caraguatatuba

Faz apresentações em Ubatuba

Mostrando o espetáculo “Encontros”

Com três apresentações, o Corpo de Baile de Caraguatatuba se apresentará em Ubatuba no próximo dia 24, sábado. Pela manhã, às 10h00, o espetáculo será na Praça Bip (local da Feira Livre). À noite, às 20h30, será na Praça da Matriz. No período da tarde, às 16h00, no Sobradão do Porto (fundos), entrada pela Rua Balthazar Fortes, será franqueado um Workshop de dança pelo grupo.

O Corpo de Baile foi vencedor do último PROAC – Novas Produções em Dança e está iniciando uma série de apresentações por várias cidades. A direção geral é de Cristina Neves.


Com 23 anos de história

Paixão de Cristo/2012 prepara encenação

A montagem do espetáculo de encenação da Paixão de Cristo/2012, que este ano completará 23 anos de história, em Ubatuba, já teve início a partir do último dia 27 de fevereiro, e prosseguirá durante todo o mês de março.

A apresentação será no próximo dia 06 de abril – Sexta-feira da Paixão, na Praça de Eventos; Av. Iperoig (Calvário) e Morro da Prainha (Crucificação e Ressurreição).

Participe da “Paixão de Cristo”

Inscreva-se para participar do elenco. Informações pelos telefones: (12) 3833-7000/7001 (Fundart), com Marilena Azevedo ou diretamente no Convívio das Artes – Av. São Paulo, nº 379 – Perequê-Açu, de 2ª a 5ª feira, a partir das 19 horas.


Anunciando a Romaria / 2012

Folia do Divino Espírito Santo

Fez apresentação no Auditório Fundart

 O grupo de Folia do Divino Espírito Santo, de Ubatuba, se apresentou no Auditório Fundart no último dia 02 de março, para anunciar a saída da Romaria, que teve início no dia seguinte, 03/03, visitando o Camburi e domingo o bairro da Fazenda.

O público presente teve a oportunidade de conhecer as referências históricas que constituem a tradição milenar, bem como de ouvir ao vivo o grupo de “foliões” que, anualmente, “carrega” essa manifestação.

O grupo é constituído por Pedro Victor (mestre); Jorge Barbosa (viola e voz); Laureana Oliveira (tipe); Mário Luiz de Oliveira (rabeca); Manoel Moisés (viola e voz) e Mário Ricardo de Oliveira (rabeca).

Homenagem aos antigos foliões

Na ocasião a Prefeitura e a Fundart, promotores do evento, homenagearam os antigos foliões: Joaquim Emídio (viola); Otávio Batista (mestre); Iaiá (caixa/tipe); Santinho (viola); Maria Macuca (tipe); Constantino (mestre); Alino (rabeca); Gustavo Barbosa (viola); Dito Rita (viola); Oscar Barbosa (viola); Antonio Manezinho (rabeca); Silverio (viola); Victor Manoel – Vitô (Viola); Generoso (viola); Fabiano Tantão (mestre); Otaviano (viola); Manoel Roque (mestre); Diniz Cabru (viola); Juvenal Félix (rabeca); Adelódio (rabeca); Alfredo Coutinho (viola); Benedito Paratiano (mestre); João Brandão (rabeca); João Ferreira (mordomo); Romão Moreira (mordomo); Gustavinho (viola); Antonio Macuco (mestre); Maneco Armiro (rabeca); Pedro Brandão (mestre); Orlando (mestre); Ricardo (rabeca); João Paulo (viola).


Caminhos da Folia do Divino Espírito Santo / 2012

De três de março até o final de junho (durante quatro meses), o grupo de Folia do Divino Espírito Santo visitará os seguintes bairros:

Região Norte; Camburi, Fazenda da Caixa, Almada, Picinguaba, Praia do Engenho, Praia do Estaleiro, Ubatumirim (praia e sertão), Vila Rolim, Cambucá, Vila Índia, Puruba (praia e sertão), Promirim (praia e sertão), Itamanbuca (vila e sertão), Morro do Tiagão, Praia Vermelha, Barra Seca, Taquaral, Jardim Ubatuba, Sumidouro, Perequê-Açu, Usina Velha e Barra dos Pescadores (centro). Região Sul; Sertão da Quina, Maranduba, Bonete, Fortaleza, Lázaro, Perequê-Mirim, Enseada, Toninhas, Itaguá, Estufa 1 e 2. Região Oeste; Marafunda, Ipiranguinha, Jardim Ipiranga, Vale do Sol e Figueira.

A Folia do Divino Espírito Santo

No contexto cultural de Ubatuba

Os valores de nossa cultura identitária, que se mostram por intermédio de seus portadores autênticos, expressam nosso rico patrimônio imaterial, valorizando nossa cultura.

Considerando a importância das manifestações próprias do lugar, e que representam símbolos fortes de nossa identidade, históricamente, é que temos dedicado atenção para o registro e fomento da cultura caiçara.

Anualmente, o grupo de Folia do Divino Espírito Santo sai em Romaria por bairros do município, em promoção conjunta da Prefeitura Municipal e da Fundart, no sentido de manter viva uma tradição trazida ao Brasil pela colonização portuguesa a partir do século XVII.

O grupo de “foliões” neste 2012, faz sua romaria por várias comunidades, e é constituído de : Jorge Barbosa (viola e voz); Laureana Lúcia de Oliveira Santos (voz); Mário Luiz de Oliveira (rabeca); Pedro Vitor – Mestre (caixa); Mário Ricardo de Oliveira (rabeca) e Manoel Moisés (viola).

PRÓXIMOS EVENTOS FUNDART

– Espetáculo de Dança – dia 24/03

– Exposição Artesanato Quilombola – dias 07 e 08/03

– Encenação da Paixão de Cristo – em dia 06/04

– 89ª Festa de São Pedro Pescador – em Junho

 

Espaço Associação Lira Padre Anchieta de Ubatuba

“Educação Musical e qualidade de vida”

 

Cursos

Associação Lira Padre Anchieta e Fundart oferecem os seguintes cursos:

1 – Coro Adulto da Lira – Aulas de Coral nos dias de segunda e sexta feira das 19 às 21 horas no casarão da FUNDART – Sala Maestro Herculano.

2 – Lira do Amanhã – Projeto que tem como objetivo o ensino da musica instrumental a crianças de 9 a 16 anos de idade. As aulas acontecem aos sábados das 14 às 17 horas no casarão da FUNDART – Sala Maestro Herculano.

3 – Bateria e Percussão – Curso sem limite de idade com início no dia 08 de agosto nos dias de segunda e quarta feiras nos períodos de manhã, tarde e noite no Sobradão da Fundart – Sala Maestro Pedrinho.

Atenção:

Está a venda na Fundart o Cd comemorativo aos 50 anos da Banda Lira Padre Anchieta.

Agenda Cultural

Março

Dia 24 – Sábado

10h00 – Apresentação do “Corpo de Baile de Caraguatatuba”

Praça Bip

16h00 – Wokshop de Dança

Auditório Fundart

20h30 – Apresentação do “Corpo de Baile de Caraguatatuba”

Praça da Matriz

 Dia 29 – Quinta-feira

09h45 – Banda “Lira Pe. Anchieta”

Praça Nóbrega

 31 – Sábado

20h30 – Banda “Lira Pe. Anchieta”

Praça Exaltação à Santa Cruz


À venda na Fundart

Praça Nóbrega, 54 – Centro – Tels. (12) 3833-7000/7001

– Livro “Ser Tão Mar” – Poesia – Jorge Ivan Ferreira e Pedro Paulo T. Pinto – R$10,00

– Livro “Balthazar e Benedicta” – de Maria Helena T. C. de Barros – R$85,00

– Livro “Tradições Culturais do Quilombo da Fazenda” R$ 20,00

– Livro “Terra Ar Fogo e Mar” Pintura e Poesia, autora Judith Ribeiro de Carvalho – R$59,00

– Livro “Com quantas memórias se faz uma canoa” R$ 35,00

– DVD “Com quantas memórias se faz uma canoa” R$ 20,00.

– CD duplo e DVD “Dias de Caiçara” R$ 43,00 e R$ 46,00, respectivamente

– CD “50 anos da Banda “Lira Pe. Anchieta” R$10,00

– CD e revista “O Auto do Boi de Conchas” – R$ 6,00

– DVD “Tributo a Elpídio dos Santos” (Fafá de Belém, Renato Teixeira, Zeca Baleiro, Zé Geraldo, Negão dos Santos, Renata Marques, Gabriel Guedes, Gabriel Sater, Chico Teixeira, Nô Stopa, Mariana Belém, João Teixeira, Suzana Salles, Joana Egypto e Camilo Frade) R$ 29,90 e o CD R$ 15,00

– CD “Canto Caiçara” R$ 10,00

– CD “Caiçarando” R$ 10,00

– Livro “Ilha Anchieta” – Rebelião, Fatos e Lendas” – do Ten. Samuel Messias de Oliveira – R$ 20,00

– Livro “Eu tenho o meu sonho” – sabedoria e os causos do seu Zé Pedro, Mestre quilombola da Casa da Farinha de Ubatuba-SP

de Moacyr Pinto” R$ 15,00

– Livro “Caiçara: A fartura de um povo na salmoura” R$ 20,00

-Livro “MBA´EPU ETE´” – Instrumentos musicais sagrados dos índios Guarani: Narrativas, Confecção e Uso.” R$ 25,00

Acesse nosso site: http://www.fundart.com.br

Acesse nosso blog: fundartubatuba.blogspot.com

Participe do nosso Facebook: http://facebook.com/Fundart

“Povo que não tem memória não tem nada pra contar.”

Idalina Graça