Convite: defesa dissertação – Estação Memória Cambury

Prezados amigos e amigas da Estação Memória Cambury!

Com prazer e alegria, publicamos este CONVITE, para que todos venham participar e assistir à Defesa Dissertação de Mestrado, cujo título é o seguinte:

Estação Memória Cambury: mediação cultural com os parceiros do rio que muda

 

Autor: EDISON LUÍS DOS SANTOS

Orientadora: Profa. Dra. IVETE PIERUCCINI

Nível: MESTRADO

 

DATA: 30 de setembro de 2013 – segunda-feira, 10:00 h.

LOCAL:

Escola de Comunicações e ArtesECA USP

Sala Egon Schaden, 1º andar,  Prédio Central

Mapa http://www3.eca.usp.br/localizacao

Conto com a presença de todos vocês, pois esta obra não é uma canoa de um só pau. Resultou do trabalho colaborativo, dos diálogos e trocas simbólicas compartilhadas ao longo de dois anos com os protagonistas (caiçaras e quilombolas) do Cambury.

Desde já, agradecemos a todos pelo esforço coletivo, apoio e amizade!!!

“Tudo vale a pena, se a alma não é pequena”. (Fernando Pessoa)

Beijos! E muita saúde a todos!

EDISON SANTOS – https://estacaomemoriacamburi.wordpress.com/

Produtos das Oficinas de Memória: Xilogravuras, Desenhos e Matrizes

APROPRIAÇÃO CULTURAL: ARTE, MEMÓRIA & INFORMAÇÃO

Os produtos culturais do Cambury são criações que expressam ideias, valores, atitudes e criatividade artística e que falam de memória e informação sobre o presente, o passado e o futuro, de origem popular (xilogravura como artesanato), os quais não tem a finalidade de abastecer o mercado de consumo, mas expressar os frutos da APROPRIAÇÃO SOCIAL DE SABERES, cujo valor simbólico e imaterial extrapolam os limites locais.

VISITE TAMBÉM A BIBLIOTECA DIGITAL DO CAMBURY: http://tecnicabiblioteconomia.wordpress.com/arte-xilogravura/

Ilha de Anchieta: do Inferno ao Paraíso – documentário

DO INFERNO AO PARAISO – DOCUMENTÁRIO IMPERDIVEL

Dia 26 de Abril, em Ubatuba, no Auditório do Sobradão do Porto, ocorrerá a estreia do filme documentário “Do INFERNO AO PARAÍSO” (A Rebelião da Ilha Anchieta ), com o apoio da Prefeitura de Ubatuba e da Fundart. O documentário retrata a história verídica daquela que foi considerada a maior rebelião de presos do mundo, ocorrida em 1952 na Ilha Anchieta – Ubatuba – SP. Conta com depoimentos do Tenente Samuel Messias de Oliveira e demais personalidades. A estreia em São Paulo está prevista para o mês de Junho.

Sinopse

O documentário “DO INFERNO AO PARAÍSO-ILHA ANCHIETA”, uma realização da ND PRODUÇÕES com direção de Dimas Oliveira Junior e José Inácio da SIlva, conta a história de talvez a maior rebelião de presos do mundo, ocorrida em 20 de Junho de 1952, no Presídio de Segurança Máxima da Ilha Anchieta (Ubatuba-SP). Com depoimentos do escritor e pesquisador Tenente Samuel Messias de Oliveira e de sobreviventes da rebelião, o documentário apresenta fatos inéditos sobre o fato, justamente neste ano em que se comemoram 60 anos da sangrenta rebelião. Tempo total do documentário: 60 minutos.

Realização: ND Produções Artísticas; Produção: 2012

 

Do inferno ao paraíso

************************************************************

Assista o trailer do documentário

 

Fonte: http://youtu.be/bcNc5L4EE0A

Memória viva da cultura de Cambury “Vai quem quer”

Bloco carnavalesco do Cambury “Vai quem quer”

A elite cultural do país costuma ignorar a existência das festas populares. A boa notícia é que em 2013, o bloco de carnaval popular do Cambury “Vai quem quer” foi reconhecido pela Fundart e a Secretaria de Cultura do município, como um dos mais antigos da cidade de Ubatuba.

O idealizador e promotor da tradicional marcha de carnaval é o caiçara conhecido como Simão Preto, homem simples, cordial e hospitaleiro, que mora no setor Jambeiro do bairro do Cambury, entre o mangue e a praia. Lá, ele recebe vários amigos e outros amantes do samba para se divertir, trocar ideias e pensar formas de intervenção cultural na região norte do estado de São Paulo, bastante esquecida pelo poder público há algumas décadas.

Simão Preto, mestre e regente do tradicional bloco do Vai Quem Qué, divide seu quintal com uma comunidade de guaiamuns, caranguejos de restinga. Neste vídeo ele nos conta como seus inquilinos reagem à presença da luz. “É o guaiamum em choque com a noite que reluz! Óh que saudade!”

Simão Preto é como um mestre griô que reúne amigos em torno do canto, da música e do batuque dos tambores, expressão cultural que faz parte da tradição dos moradores caiçaras e quilombolas do bairro do Cambury, divisa entre os estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Veja galeria de imagens sobre o Bloco de Carnaval “Vai Quem Quer”, organizado por Simão Preto, na praia do Cambury:

https://estacaomemoriacamburi.wordpress.com/protagonistas/simao-preto/.

Camiseta oficial do bloco de carnaval do Cambury "Vai quem quer", 10 de fevereiro de 2013.

Camiseta oficial do bloco de carnaval do Cambury “Vai quem quer”, 10 de fevereiro de 2013.

Grupo Teatro e Circo anima Festa no Quilombo Cambury

A Cia. Circo Teatro Aries Marioto, de Ubatuba  vem se destacando em diversas apresentações feitas pelo Litoral Norte e Vale do Paraíba. Desta vez, Aries Marioto e sua Cia. de Circo animaram a Festa de Cambury, no último sábado, 03 de novembro de 2012.

Durante o dia, o grupo era aguardado com muita expectativa e foram recebidos com alegria no quilombo de Cambury.

O grupo circense fez a sua 96ª Apresentação, logo após a Corrida de Canoas.

Houve apresentação de dança das crianças de Cambury e gincana; também se apresentaram o Grupo O DE CASA (Ponto de Cultura Olhares de Dentro, do Quilombo Fazenda); Coroas Cirandeiros (Paraty); o Bloco Carnavalesco de Cambury ¨VAI QUEM QUER e o animado grupo “Cleison do Forró”. Na ocasião, também houve espaço para exposições de fotos artísticas, artesanato e a deliciosa gastronomia local. No domingo, aconteceu o II Campeonato de Surf de Cambury.

Dentro da programação, estavam previstos passeios de barco e visita monitorada ao quilombo e cachoeiras, com a finalidade de valorizar a cultura local, promover o esporte, educação, divulgar o turismo local e principalmente reunir as pessoas que tanto tem em comum: Amor ao Cambury.

Veja a galeria de imagens da Cia. Aries Marioto divulgada no facebook:

Este slideshow necessita de JavaScript.

UM POUCO DA HISTÓRIA…

A Cia. Circo Teatro Aries Marioto nasceu de uma família onde todos atuam no circo teatro, pai, mãe, filhos um sonho realizado de um menino que cresceu ouvindo do seu pai, coisas sobre circo teatro, o pai vendeu pirulito no circo e gostava de interpretar poesias, peças de teatro na escola, sem contar que gostava hastear bandeira durante o hino nacional, minha mãe fez balé, ginastica olímpica, desde 3 anos de idade, foi Baliza da escola Jacques Felix e da FAMUTA uma das melhores fanfarras do Estado de São Paulo por 5 anos e como ginasta participou dos jogos regionais, e também com uma pequena participação no circo que chegou em Taubaté. Onde nasceu o menino Aries Marioto, que montava o circo com lençóis, cobertor dentro de casa gostava de animar festas dos primos amigos, ama ser palhaço desde pequeno, com meus cinco anos. Meu pai fez um monociclo onde aprendi andar e fazer alegria das pessoas que me viam com seus comentários de carinhos, fui cada vez tomando mais amor pelo Circo Teatro, sou um artista mirim em busca da perfeição através de treinamentos diários.

VISÃO: Ser a melhor Cia Circo Teatro de entretimento infantil e adulto indiferentes da classe social ou religião.

VALORES: Saber trabalhar com amor, disciplina e muita dedicação com respeito ao próximo, valorizando o cliente acima de tudo transmitindo responsabilidade antes, durante e depois de qualquer serviço prestado.

APRESENTAÇÃO CIRCO TEATRO: O grupos ganhou maturidade profissional para suprir as necessidades, nos eventos corporativo e infantil, Vem destacando cada vez mais no mercado criando, inovando e transformando em um momento único, abordando descriminação e preconceito através da Poesia, dengue, pedofilia etc. etc…, onde o circo teatro leva arte, cultura. Conta-se com várias esquetes de peças teatrais interagindo com o público, o que torna, o evento ainda mais envolvente e destinado a todas as idades, pois mescla o cômico e lúdico com momentos que desafiam a realidade e envolve muitas habilidades, como malabares em cima do monociclo e da perna de pau. Quem um dia não riu muito com palhaços, se encantou com os malabaristas, ficou com medo de o equilibrista cair e nunca se impressionou com malabares em cima do monociclo, o deslumbre sobre o mágico fazer desaparecer coisas, uma bailarina que encanta com sua coreografia e beleza. Isto é o mundo mágico do circo que será lembrado por você e seus convidados por uma vida inteira sob o comando direto do Aries Marioto.

Visite o Blog do Grupo e veja todos os trabalhos: http://ciateatroecircoariesmarioto.blogspot.com.br/.

Notícias e Programação Cultural da Fundart

“19º Festival do Camarão da Almada”

Tem início dia 26 de julho

Com apoio da Prefeitura e da Fundart, começa no próximo dia 26 o já tradicional Festival do Camarão da Almada que seguirá até o dia 29, na Praia da Almada. “A Vida, a Arte e a Cultura Caiçara” terão presença marcante. Além de gastronomia, tendo o camarão como carro chefe, a festa reúne muitos grupos musicais, corrida de canoas e outras atrações. Endereço: Praia da Almada, norte de Ubatuba, BR 101 – Km 13.

 

Oficina de Fotografia Fundart

Abre a exposição  Fotógrafos de Ubatuba no

Sobradão do Porto

Abre no próximo dia 27 e termina dia 29 a Exposição da Oficina de Fotografia da Fundart, com trabalhos dos alunos do fotógrafo oficineiro Ernesto Zambon. Com isso, além da apresentação das fotografias da oficina, que ocorria no final do ano, agora optou-se por realizá-la, também em julho, quando as oficinas entram em recesso, o que vem motivar ainda mais os alunos. Essa prática já ocorreu com pelo menos 22 oficinas, em 2012, produzindo resultados bastante positivos. Na abertura teremos apresentação da pianista Fernanda Bishof.

 

Sábado 28/07 no Sobradão do Porto tem

Jongo Maracatu e Fandango Caiçara

Pelo Ponto de Cultura Olhares de Dentro, o Grupo “Ô de Casa” vai se apresentar em frente ao Sobradão do Porto (Praça Anchieta-Centro), com apoio cultural da Fundart.

Será sábado, dia 28/07, às 17 horas.


Dupla Zé Pedro e Manoel

Lança CD em Ubatuba

A dupla sertaneja de Ubatuba, Zé Pedro e Manoel, acaba de lançar o CD, Amigos, com repertório de sua própria autoria. O disco, que vinha sendo planejado a um bom tempo, tem apoio institucional da Fundart e os autores salientam, ainda, o reconhecimento dos amigos Flávio Valadão e Manfred.


“SISTEMA NACIONAL DE CULTURA” SEDIOU

SEMINÁRIO REGIONAL EM UBATUBA

Com representação de oito municípios Seminário teve a presença do Ministério da Cultura e adesão oficial de Ubatuba ao Sistema Nacional de Cultura do MinC, comunicada pelo representante do Prefeito Eduardo César, Clingel Frota.

Em torno de noventa pessoas participaram do evento, no último dia 16 de julho no Sobradão do Porto, patrocinado pela Fundart e Prefeitura de Ubatuba, com a representação do Ministério da Cultura para o Estado de São Paulo. Falando em nome do prefeito Eduardo César, Clingel Frota, Chefe de Gabinete, deu a ótima notícia do evento: “O prefeito já efetuou e encaminhou, online, o cadastramento do município, ao Ministério da Cultura e tão logo haja a devolutiva, ato contínuo, fará a assinatura do termo”, e acrescentou: “o tema cultura deixará de ser isolado na Administração Pública para se tornar uma política de governo, o que transcende a vontade de apenas um gestor, submetendo-se ao interesse maior da sociedade como um todo”, finalizou Clingel, ao agradecer os representantes do Ministério e os demais componentes da mesa, o presidente da Fundart, Pedro Paulo e o Vereador Adilson Lopes.

A convite da Fundart e da Prefeitura, a presença dos representantes do MinC, de São Paulo, conferiram conteúdo especial ao evento, com falas esclarecedoras sobre o funcionamento do Sistema Nacional de Cultura. Valério Bemfica, Chefe da Representação do Ministério da Cultura no Estado de S. Paulo, Frederico Roth, representante da UNESCO junto ao Ministério e Mônica Fonseca Severo, falaram com o público durante as quase três horas de duração do evento que registrou sucesso.

Além de agradecer a todos e, enfaticamente, aos representantes do MinC. Pedro Paulo exaltou a importância do Seminário e principalmente a adesão oficial de Ubatuba ao Sistema. “Há que se registrar que se trata de momento histórico para Ubatuba e sua cultura e por isso agradeço ao Prefeito Eduardo, bem como a todos aqueles participantes da primeira e da segunda Conferência Municipal da Cultura”.

A Fundart realizou a 1ª Conferência de Cultura, em 2009 e a 2ª, recentemente, visando a criação do Conselho Municipal de Cultura e consequente inserção de Ubatuba no Sistema Nacional para que possamos participar dos programas estaduais e federais, usufruindo de seus recursos e cumprindo os padrões estabelecidos por políticas públicas de cultura”.

Dos 645 municípios do Estado de S. Paulo, apenas 93 aderiram, até agora, ao Sistema. Ubatuba estará brevemente inscrito, dando passo muito importante.

 

Matéria sobre a realidade dos índios do Brasil

Mostra estudo de autora local

A “Revista Repasse”, ano 01 –nº01, da Editora Casa e Cultura, apresenta uma matéria importante sobre os nossos índios, intitulada “A realidade atual dos índios brasileiros”, de autoria de Maria Aparecida Honório – Ceci. Em seu segundo parágrafo, Ceci nos diz: “índio é uma categoria genérica, que não remete a nenhuma identidade cultural específica, mas ao fato de o indivíduo ser nativo de um determinado lugar. Os invasores europeus, acreditando terem chegado às Índias, e não ao Brasil, chamaram os habitantes do local de “índios”. A matéria tem sequência com informações preciosas sobre o assunto. Maria Aparecida Honório é doutora em Linguística, Psicóloga e Pesquisadora do Núcleo de Estudos da Memória, Cultura, Orali dade e Imagem, da Universidade de Brasília, e do Grupo de Pesquisa História das Comunidades de Falantes da FFCL da USP, entre outras participações no mundo acadêmico. Fez palestra recente na Fundart, quando lançou seu livro, MBA´EPU ETE´I – Instrumentos Sagrados: narrativas, confecção e uso – a partir da Comunidade guarani da TeKoa Jaexaa Porã de Ubatuba. Referida obra está à venda na Fundart.

“Felizmente estão aparecendo, mais recentemente, publicações com foco na cultura, contrariando outras, de conteúdo fútil”, disse o presidente da Fundart.

 

Mariana Cioromila

“Um privilégio de Ubatuba”

Pouquíssimos sabem que em Ubatuba vive, desde 2001 a famosa mezzo-soprano Mariana Doina Helzberg Cioromila. Natural da Romênia, atuou em 64 papéis de Ópera incorporadas em 30 anos de atividade artística em 32 países do mundo. É vencedora de 6 Concursos Internacionais de Canto: Barcelona, Atenas, Moscou, Rio de Janeiro, Holanda e Áustria. No Brasil cantou por três vezes no Festival de Manaus, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro e no Municipal de São Paulo.

O último prêmio conquistado por Cioromila foi a Ordem do Mérito Cultural Carlos Gomes, no dia 27 de fevereiro de 2012, da Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino – SBACE, em São Paulo. É doutora em Canto Lírico pela Universidade Estadual de Campinas – Unicamp. Atualmente, é professora da Oficina de Canto Lírico da Fundart.

Sua grande experiência e talento a levou a atuar com Plácido Domingo, José Carreras, Gioseppe di Stefano, Giuseppe Patane, Gianfranco Masini, René Jacobs, Zubin Metha dentre muitos outros. Lecionou canto lírico na UNICAMP, Universidade Livre de Música “Tom Jobim” e Cantareira S. Paulo. Os críticos do mundo musical internacional descreveram a técnica e a interpretação de Mariana Cioromila como: “calor vocal e coloraturas rápidas nos agudos e graves”…; “voz e técnica muito segura”…; “encantadora presença cênica de voz ampla, com graves inquietantes, chantili como jovem e fina, sensível, quando madura…” Personalidade que soube parar em glória e oferecer aos jovens a maturidade profissional.

Mariana Cioromila é professora da Oficina de Canto Lírico da Fundart, o que privilegia, à nossa Fundação. É um privilégio de Ubatuba.

Pedro Paulo T. Pinto


Cultura Tradicional de Ubatuba no

“Revelando São Paulo” – em São José dos Campos

Através da Prefeitura e da Fundart, a Cultura caiçara de Ubatuba está representada no Revelando São Paulo (Secretaria de Estado da Cultura – Abaçai Cultural), em São José dos Campos. O importante evento que reúne anualmente a produção cultural tradicional paulista, tem a participação de Ubatuba com a culinária e o artesanato (típicos), além da apresentação dos grupos de Folia de Reis, Folia do Divino e Congada de Bastões, bem como de representação do grupo, Ô de Casa, do Quilombo da Fazenda, pelo Ponto de Cultura Olhares de Dentro, o que ocorreu no último dia 09 de julho.

 

Lei Municipal Reconhece

“Maria Comprida” Patrimônio Histórico

A Lei Municipal 3559, de 19 de junho de 2012, do Vereador Adilson Lopes, “reconhece como Patrimônio Histórico, Cultural e Social de interesse Turístico do Município de Ubatuba a canoa “Maria Comprida”. Aprovado pela Câmara Municipal, o documento foi, sancionado pelo Prefeito Eduardo César. A lei estabelece que a manutenção e a conservação da histórica canoa fica a cargo da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba – Fundart.

Em seu Art. 3º diz o documento: “Fica sob responsabilidade da Fundart, criada pela Lei Municipal nº 893, de 25/11/1987, a elaboração e construção de um espaço adequado (Memorial) para a exposição da canoa “Maria Comprida” e de todo o seu histórico, atendendo assim a sociedade ubatubense e os turistas que visitam a cidade, podendo essa edificação ser realizada em parceria público – privado.

História

Conduzida pelos remadores ubatubenses, Artur Alexandrino, Jango, Barroso, Carrinho e Nilo, a canoa Maria Comprida foi levada, a remo, da Praia do Itaguá até Santos (Ponta da Praia) em 1973, em memorável expedição coordenada pelo professor Joaquim Lauro Monte Claro Neto. A travessia foi realizada em dois dias e meio numa verdadeira aventura que marcou intensamente o orgulho caiçara. O fato foi grandemente comemorado. Na sequência os mesmos remadores realizaram travessia Ubatuba a Paraty, bem como participaram de muitos eventos do gênero, sempre com grandes performances.

Na última Festa de São Pedro Pescador, no último dia 30 de junho, a Fundart homenageou os feitos da canoa Maria Comprida e seus remadores da época, e o professor Joaquim Lauro, durante a Corrida de Canoas. “Maria Comprida”, restaurada recentemente, foi colocada no mar e conduzida em apresentação pelos participantes mais antigos da referida corrida. Saiu em cortejo acompanhada pelas canoas participantes do evento, com grande salva de palmas do público presente.

 

Concurso Literário Ubatuba – 2012

Inscrições estão abertas na Fundart e o

Regulamento está em nosso site: http://www.fundart.com.br

Dia 18 de maio, às 20 horas a Fundart realizou o Lançamento do Concurso Literário Ubatuba – 2012, com um Sarau Litero Musical. O evento que acontece há vinte e quatro anos. A partir da criação da Fundart, em 1987, passou a ser promovido pela instituição cultural, que ampliou sua abrangência. Mais de duzentas e cinquenta obras vêm sendo inscritas nos últimos três anos. O Concurso de Poesia “Idalina Graça”, Concurso de Conto “Washington de Oliveira” e o Concurso de Texto de Teatro “Tia Helô”, compõem o evento.

Na abertura, dia 18, este ano foi homenageado o renomado poeta Cassiano Ricardo, filho de São José dos Campos, e único escritor do Vale do Paraíba, e por vizinhança, do Litoral Norte, que pertenceu a Academia Brasileira de Letras.

O compositor, violonista e cantor Joca Freire se apresentou com musicas que compôs para poemas de Cassiano Ricardo e o jornalista Júlio Ottoboni, especialista da obra do poeta, proferiu palestra sobre o trabalho do importante autor.

AS INSCRIÇÕES PARA O CONCURSO LITERÁRIO UBATUBA-2012 ESTÃO ABERTAS NA SEDE DA FUNDART – PRAÇA NÓBREGA, 38. INFORMAÇÕES PELOS TELEFONES 3833-7000 / 7001. AS INSCRIÇÕES E REGULAMENTO PODERÃO SER ACESSADAS EM NOSSO SITE WWW.FUNDART.COM.BR

 

Oficina de Maracatu

É próxima atração na Fundart

Em agosto a Fundart irá iniciar uma Oficina de Maracatu. O projeto, contratado no inicio do ano, não foi iniciado por questões técnicas ligadas ao instrumental (alfaias e xequerês). Oportunamente serão abertas as inscrições.


Oficina Teatro de Animação na Fundart

De 2 de agosto a 20 de setembro, todas as quintas-feiras, a partir das 18 horas, no Sobradão do Porto, teremos a Oficina de Construção de Marionetes Ecológicos, sob a orientação de Anderson Guiam, da Cia. Fulô (Teatro de Bonecos de Ubatuba). A promoção é da Fundart através da Oficina Cultural “Altino Bondesan” – São José dos Campos, Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo. Inscrições limitadas: (12)91177533 – 96337727 – andersonguiam@yahoo.com.br , ou ainda na Fundart, telefones: 3833-7000/7001

 

PRÓXIMOS EVENTOS FUNDART

– Concurso Literário Ubatuba/2012

– Caiçarada – em Agosto

 

Espaço Associação Lira Padre Anchieta de Ubatuba

“Educação Musical e qualidade de vida”

Cursos

Associação Lira Padre Anchieta e Fundart oferecem os seguintes cursos:

1 – Coro Adulto da Lira – Aulas de Coral nos dias de segunda e sexta feira das 19 às 21 horas no casarão da FUNDART – Sala Maestro Herculano.

2 – Lira do Amanhã – Projeto que tem como objetivo o ensino da musica instrumental a crianças de 9 a 16 anos de idade. As aulas acontecem aos sábados das 14 às 17 horas no casarão da FUNDART – Sala Maestro Herculano.

3 – Bateria e Percussão – Curso sem limite de idade com início no dia 08 de agosto nos dias de segunda e quarta feiras nos períodos de manhã, tarde e noite no Sobradão da Fundart – Sala Maestro Pedrinho.

Atenção:

Está a venda na Fundart o Cd comemorativo aos 50 anos da Banda Lira Padre Anchieta.

 

Agenda Cultural Fundart

Julho

Dia 26 – Quinta Feira

9h45 – Banda Lira Padre Anchieta

Em Frente ao Antigo Fórum – Praça Nóbrega, 54 – Centro

Dia 26 à 29 – Quinta-feira à Domingo

19h00 – Festival do Camarão

Praia da Almada

Dia 27, 28 e 29 – Sexta à Domingo

20h00 – Exposição da Oficina Cultural de Fotografia

Apresentação de Piano com Fernanda Bischof

Sobradão do Porto

Dia 28 – Sábado

17h00 – Apresentação do Grupo “Ô de Casa”: Jongo, Maracatu e Fandango Caiçara

Sobradão do Porto

21h00 – Banda Lira Padre Anchieta

Praça Exaltação à Santa Cruz

Dia 29 – Domingo

21h00 – Grupo Musical “Sexteto Caiçara”

Sobradão do Porto


1a. Jornada: “Oficinas de Memória, Informação e Escrita”

Programação

“Oficinas de Memória, Informação e Escrita”

11 a 15 de Julho 2012

Escolinha Jambeiro, Cambury, Ubatuba, SP

escolinhajambeiro@gmail.com

 

Atividades Pedagógicas

Dia

Horário

A) Apresentação da proposta pedagógica (objetivos, fins, etapas, desenho das oficinas etc.), com Valter Luz; *

B) Exposição de Memórias Digitais (telão, ppt, notebooks)

C) Memória e Experiência: Levantamento Fauna / Flora / Relatos orais idosos “madeira boa” – Busca temática

1ª. Oficina Desenho Básico: Fauna / Flora Cambury – 3hs

 

11 Julho

Qua

 

 

 

9-12hs

 

 

 

 

14-17hs

 

 2ª. Oficina Desenho Esboços + Xilogravura Parte I

 

Oficina Xilogravura Parte II – 3hs (técnicas e impressão)

 

12 Julho

Qui

 

9-12hs

 

14-17hs

 

 3ª. Oficina Poema narrativo I (Cordel) – Jogos narrativos; Diálogo memória local / memória universal (histórias, relatos)

 

 

13 Julho

Sex

 

 

9-12hs

 

 

14-17hs

 

 4ª. Oficina Xilogravura II – 3hs

 

– Produção textual escrita – transformar oralidade em escrita

– Poema narrativo II (Cordel/festas/ lugares/ )

 

 

14 Julho

Sáb

 

9-12hs

 

14-17hs

 

 Exposição e Leitura:

 

– Apresentação dos produtos das Oficinas

– Avaliação da semana, depoimentos e relatos pessoais.

Apresentação de sugestão de cronograma de atividades 2º Sem 2012: WordPress / capoeira/ instrumentos musicais.-

 

15 Julho

Dom

 

 

 

Aberta

julho

9 – 17hs

 

 

 Confraternização – viola caipira e batucada

 

SÁBADO

 

 

 

TODA AJUDA E COLABORAÇÃO SERÃO BEM-VINDAS.

MAIS INFORMAÇÕES: estacaomemoriacamburi@gmail.com

Edison Pesquisador – edisonlz@usp.br

Valter Luz, Educador  – vjsouza63@hotmail.com

Patrícia Cristina, Técnica Biblioteconomia – paticrisbela@yahoo.com.br